A motivação para entender cônicas em coordenadas polares

Cônicas em coordenadas polares


Esta Seção é uma continuação da Seção Geometrias Sintética e Analítica de Cônicas (da qual retomaremos o início). Agora vamos usar o sistema de coordenadas polares para descrever as cônicas.
O sistema de coordenadas polares e suas peculiaridades estão apresentados na Seção Cálculo Diferencial para Curvas Planas em Coordenadas Polares.
A motivação para esta Seção vem do trabalho fundamental de Isaac Newton.
Ele demonstrou que as formas das trajetórias dos corpos celestes atraídos pelo Sol são Cônicas. E as Cônicas aparecem nessa dedução em forma polar e com Foco no Sol.

O Trabalho de Newton está apresentado na Seção (mais avançada) Newton e a dedução das órbitas planetárias , do Curso Complementos às Equações Diferenciais.
O complemento do trabalho de Newton, que inclui a parametrização das cônicas pelo tempo físico está na Seção (mais avançada) A equação de Kepler e sua solução por Séries de Fourier do Curso Complemento às Equações Diferenciais.